Mulheres que ergueram suas vozes e disseram que o Rap Feminino está presente

0

Quando estas lindas mulheres surgiram, trouxeram aquele clima romântico no Rap Nacional. Brilharam em vários palcos onde só os homens dropavam e mostraram ser as mamoites do Rap Angolano. Lembro de haver compartilhado o palco com elas na Feira Ngoma em 1999. Full Time…Muito Dope!!!

Cada uma delas com a sua própria história, cada uma delas trouxe coisas novas para o movimento e cada uma delas serviu e ainda serve de influência para muitas mulheres que hoje fazem, e muito bem, rap cá em Angola.

Donna Kelly, Girinha, Marita Vênus, Afrodith, Baby Helly, Sheila GP, Nina Arley, F19, Bel B, Day D são algumas das referências no movimento Hip-Hop da banda, e atenção, não só para as mulheres mas também para muitos homens.

Sei que a Girinha, a BabyHelly e a Afrodith ainda estão no activo e preparando coisas boas. Aguardo ansioso por novidades.

Por: Denéxl.

[nome do seu blog]

Comentários

Deixe o teu comentário

Share.

About Author

Lukau A. Lusueki, é o fundador e administrador do Portal Rap Kuia.

Leave A Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.